Situação do mercado imobiliário em Florença – janeiro de 2021

Como anda a situação do mercado imobiliário em Florença em 2021?

O jornal italiano La Nazione publicou uma matéria hoje explicando que o mercado imobiliário está praticamente parado em 2020-2021. Existe ainda interesse em imóveis, mas o tempo médio de venda aumentou, especialmente para os fundos comerciais. Para vender um fundo comercial, mesmo nas áreas mais centrais da cidade, são necessários em média 11 meses.

A culpa seria da pandemia, com a consequente crise econômica, dos turistas que não existem. Mas culpa também do smart working já que o trabalho em remoto da administração pública aumentou o tempo necessário para fechar uma operação de compra-venda. O presidente da Fiaip Toscana, Simone Beni, dá um exemplo: “para avaliar um imóvel ou um pedido de “catasto” antes eram necessários 30 ou 40 dias, hoje entre 60 e 90 dias. A mesma coisa com os bancos: antes uma resposta para um pedido de financiamento chegava em 25 dias hoje são necessários 3 meses”. Dessa forma, mesmo que existam pedidos para mudar ou comprar uma casa nova, o mercado permanece parado.

Os preços permanecem estáveis, de acordo com Fiaip, com um leve diminuição provocada por situações pessoais dos proprietários que antigamente alugavam o imóvel a turistas e hoje não mais e não aguentam pagar as parcelas do financiamento e portanto decidem de colocá-lo a venda por um preço menor.” De acordo com os dados do site Immobiliare.it em 2020 os preços dos imóveis diminuíram de cerca 0,8%, com uma quotação média de Euro 3.976 pelo metro quadrado.

O volume das operações de compra-venda está diminuindo: de acordo com os dados de Bankitalia, Nomisma e Fiamaa as transações imobiliárias residenciais foram de 4100 em 2020, com uma queda em relação a 2019 de mais de 7%. Muito mais difícil a situação dos fundos comerciais. Apenas 510 operações de compra-venda no ano do Covid-19, com uma queda de 35% em relação a 2019. Mas existe também um dado positivo. Com o desaparecimento dos turistas, os fiorenitnos voltam a pensar em viver o centro da cidade. “Um 2,7% de quem compra casa escolhe o centro histórico de Florença, especialmente nas áreas de San Frediano e Santo Spirito” – diz Arrigo Brandini, presidente local de Fimaa Confcommercio. “Também é escolhida a área por onde passará a nova linha da tramvia, ou seja, Piazza Libertà, via Varchi, via della Robbia, via Nardi, que está voltando a ser residencial.”

Quem compra imóveis? Em 2020 43% dos compradores eram casais sem filhos, 30% casais com filhos e ore resto pessoas sozinhas.

Leia também: Imóveis e Investimentos: Florença vai limitar novos hotéis no centro


Publicidade:

 

Artigo escrito por:
Avatar de Barbara Bueno

Publicado

em

por

código de indicação Binance 20% de desconto taxas spot para sempre

Abra sua conta na Binance através deste link e ganhe 20% de desconto nas taxas nas negociações spot. Certifique-se que inseriu o seguinte referral id: IX4YCBJL

CARTÃO CRYPTO.COM APP REFERRAL
https://crypto.com/app/zcjm3945gg para criar sua conta Crypto.com e ganhe USD 25,00 em CRO

Compre online na Loja Amazon Brasilnaitalia

Procurando um lugar onde se hospedar nos seus primeiros dias de Italia?

Utilidades

Seções do site

Os mais lidos

Cidades da Itália

Comentários

Uma resposta para “Situação do mercado imobiliário em Florença – janeiro de 2021”

  1. […] Leia também: A situação do mercado imobiliário em Florença em 2021 […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *