Acordo Brasil e CERN acelera desenvolvimento de tecnologias e indústria

08/03/2022 – O Brasil assinou um acordo para tornar-se membro associado do CERN, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, um dos maiores laboratórios de pesquisa em física de altas energias e física de partículas do mundo.

O instrumento foi firmado pelo Governo Federal no dia 3 de março de 2022, em Genebra, pelo Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, e pela Diretora da CERN, Fabiola Gianotti, em cerimônia que contou com a participação do Representante Permanente do Brasil junto às Nações Unidas em Genebra, Embaixador Tovar da Silva Nunes.

Abaixo o astronautra Marcos Pontes explica a importância do acordo no seu canal facebook:

Uma vez ratificado o acordo pelo Congresso Nacional, o Brasil será o terceiro país não europeu a fazer parte desse restrito grupo de produtores de ciência e tecnologia de fronteira. Atualmente 23 países-membros e 10 associados integram a CERN.

Acordo Brasil e Cern, reconhecimento da excelência da ciência brasileira

Após 12 anos de negociações, o Governo do Brasil assinou acordo de associação à Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, um dos maiores laboratórios de pesquisa em física de altas energias e física de partículas do mundo.

acordo brasil e cern

A associação representa reconhecimento da excelência da ciência brasileira. O novo status do Brasil permitirá a pesquisadores e empresas do País acesso ao “Grande Colisor de Hádrons de Alta Luminosidade” (LHC) e a outras áreas da CERN, incluindo participação em mercado de licitações da ordem de USD 500 milhões anuais.

A associação facilitará, ainda, o desenvolvimento de tecnologias aplicadas em novos materiais, indústria 4.0, setor aeroespacial, isótopos de saúde, entre outros.

Contribuirá, assim, para o desenvolvimento econômico por meio da inovação tecnológica, que promove incrementos de produtividade, bem como para a criação de novos mercados e de empregos altamente qualificados.

A associação do Brasil à CERN resultou de estreita coordenação entre o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), com o apoio da academia, em particular da Sociedade Brasileira de Física, da unidade de pesquisa subordinada ao MCTI, o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF/MCTI) e da organização social supervisionada pelo MCTI, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM/MCTI), além do meio empresarial brasileiro.

Mensagem de boas vindas do CERN ao Brasil

O Cern publicou também uma mensagem de boas vindas ao Brasil:

Leia também: Internet Festival 2022

Barbara Bueno
Barbara Buenohttps://barbarabueno.com
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o site BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, foi proprietária de agência de viagem na Italia (até chegar a pandemia...) e obteve habilitação como assistente turística na Italia. Hoje voltou a fazer o que mais gosta: buscar novidades, visitar lugares interessantes e escrever!

Artigos mais recentes

Sugestão de Leitura:

COMENTE ABAIXO:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui